Últimas notas

Sobrevive um documento comovente deste estágio final de Gustav Mahler (1860-1911)doença de.

Foi provavelmente a última coisa que ele escreveu e aparece no verso de uma nota em Alma Mahler (1879-1964)É a própria mão, uma folha de papel dobrada em quatro.

No topo da página que Alma escreveu ´Pulso sehr intestino'(Pulso muito bom), ao qual Mahler acrescentou uma resposta, com uma mão trêmula, mas ainda característica:

´Guerra Mir Nur Kalt ´ (Eu só estava com frio). ´Rei!Tremendo!). ´Sempre mehr!mais e mais!).

Abaixo desta carta, o diálogo é um desenho de uma forma um tanto incerta: de um pequeno círculo (uma cabeça?) Uma linha emerge e passa por outro círculo identificado como 'Coraçãocoração).

A linha então gira sobre si mesma. Adjacente, as palavras 'Die Lieben Thierchen'(as feras), que era o apelido de Mahler para os micróbios que o matavam lentamente, está escrito em ´Coração'.

Do centro da espiral, a linha parece emergir mais uma vez em uma série de setas direcionais que seguem a linha até o final da página, onde um pequeno recipiente é representado por um retângulo simples.

Escrito diagonalmente ao lado dele, em Alma Mahler (1879-1964)mão firme de, é a questão: 'Foi bedeutet diese Sphynxschnecke?´ (Qual é o significado deste caracol esfinge?).

Gustav Mahler (1860-1911)a resposta de, abaixo dela, é: 'O Nachttopf´ (O penico).

Ele sabia? Ou não-? Alma se perguntou.

Relatório de erros ortográficos

O seguinte texto será enviado aos nossos editores: